terça-feira, 22 de abril de 2008

...

foto daqui

Temos tanta pressa de fazer algo, escrever, amontoar bens e deixar ouvir a nossa voz no silêncio enganador da eternidade que esquecemos a única coisa em relação à qual as outras não são mais do que meras partes: viver. (Robert-Louis Stevenson)

4 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Por algum motivo um monge foi considerado o homem mais feliz do mundo, tão somente por ter renunciado a tudo o que era bens materiais. Eu não conseguia, já nem me imagino sem o meu MP3! ;)

Rosa Negra disse...

Temos tanta pressa de viver que nos esquecemos de ouvir o silêncio :)

mcg disse...

Rafeiro, é verdade que há muitos bens materiais sem os quais não sobreviveríamos. Mas será que precisamos realmente de todos os que temos?

mcg disse...

Rosa Negra
Em determinados momentos, não há nada mais reconfortante do que o som do silêncio...